Data/Hora: quarta dez 12, 2018 3:19 pm

Os Horários são TMG [ DST ]




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 21 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: E o Milagre aconteceu .....
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 7:52 pm 
Desligado
Experiente
Avatar do Utilizador

Registado: sábado nov 18, 2006 8:11 pm
Mensagens: 1029
Localização: Lisboa
[color=darkred]Este fim-de-semana fiz um curso de condução em [/color]terreno difícil, enquadrado na preparação da Viagem. Todos os participantes estiveram presentes para treinar e também para nos conhecermos melhor. Aqui fica o relato.

Luta na lama

Após um pequeno percalço no sábado de manhã [size=84](coisas de gaja) só consegui sair de Lisboa pelas 8H da manhã. Já atrasada, lá fui a caminho de Ponte de Sôr para o curso de preparação e ainda mais me atrasei pois tinha uns pneus de taco, novinhos em folha, cheiinhos de goma, para fazer quase duas centenas de km debaixo de chuva. E como ela caía. Bom lá consegui chegar, com um road book feito na véspera, em post-it amarelos com as principais localidades e estradas em que teria de passar. Uma hora mais tarde que o previsto cheguei ao desvio para o Monte no Alentejo, estrada de cascalho que não acabava e nunca mais via o raio do ponto de chegada. Bom, mas cheguei e deparei com uma dezena de caras espantadas pois já não acreditavam que eu iria, com aquele temporal cinzento e frio.[/SIZE]

Estavam todos debaixo de um telheiro, numa aula teórica à espera que a chuva abrande. E lá fiquei a ouvir dicas sobre a posição em cima da moto, como posicionar as pernas, os braços, a diferença na altura do guiador, o quê e o porquê do equilíbrio e segurança. Aprendi a encontrar o ponto de equilíbrio da moto, e a segurá-la apenas com a patilha do tampão do depósito – sim meus caros, dancei à volta da moto só a prender a dita patilha [size=84](sem o descanso). Aprendi finalmente a por o descanso central sem fazer força nenhuma, aprendi a conhecer a dinâmica da moto.[/SIZE]

Depois … bem depois todas as motos foram ao chão [size=84](não sem antes um belíssimo pormenor requintado de aparecerem umas esponjas no chão para as motitas não se magoarem) e vai de levantá-las. Sabiam que há formas de levantar a moto para pessoas altas e pessoas baixas? Bom, eu levantei a minha do chão por três vezes, não forcei as costas, não tive dificuldade … fantástico. Fiquei convencida que era muito forte.[/SIZE]

Imagem

Mais truques, mais informação, mais experiências durante o resto da manhã, fase bem difícil pois ali ao lado estavam a preparar uma bela churrascada, cada vez mais cheirosa, mais tostadinha e aqueles tipos não paravam de dar instruções. Finalmente o responsável do Monte lá veio ralhar a dizer que já passava das duas e que o almoço estava pronto e que arrefecia e que estes malvados nem fome tinham.

Esperava-se que de tarde a chuva acalmasse, mas o raio do S. Pedro estava com vontade de gozar connosco. Ele e os instrutores que não tiveram pena nenhuma nossa e ainda disseram que assim era mais divertido. Enchouriçada com o fato, as protecções e o impermeável, lá fui atrás deles, os instrutores desertinhos por ir para a terra, os alunos expectantes do que iria acontecer.

E o milagre aconteceu. Para aperitivo, uma descida cheia de regos de água direitinha a um areal ensopado, passagem por uma estrada cheia de vacas, de lama, de poças de água gigantes, o Pantanal como lhe chamavam. E começou o curso prático. Nesta altura já o Azevinho tinha adivinhado que a Kota estava aterrada. Pacientemente deslocou-me do pelotão para não atrasar o Grupo e deu-me o raspanete … bem, não foi bem a ralhar... foi mais a dizer o que se ia passar. Quais as condições do caminho que íamos fazer, os obstáculos que vamos encontrar, como a moto se vai comportar e como nós devemos fazer para passar e como controlar a situação, a forma de aceleração, de travagem, de manusear a embraiagem. E a kota lá foi atrás dele, por aqueles maus caminhos, a praticar situações, a ultrapassar obstáculos. De vez em quando cruzávamos com o Grupo, liderado pelo Martins, que não parava de explicar as situações, de dar exercícios. O Homem parecia um palito eléctrico, para a frente e para trás, conseguia ver todos e controlar todos. E o Grupo dos 8 desgraçados lá ia, sempre de pé em cima da moto [size=84](nota importante à partida foi a proibição de sentar o rabito no assento). Discretamente, mais três exploradores acompanhavam o pelotão dos sempre-em-pé, a vigiar, a dar conselhos.[/SIZE]

E a chuva não parou nem os explorers pararam. Não estamos aqui para ver a paisagem, estamos cá para explorar os nossos limites, para conhecer as motos, para nos fundirmos com as máquinas, para traçar objectivos e chegar lá!


Imagem
E aprendi numa tarde o que iria demorar uns bons anos a saber. Ao fim de um par de horas já andava de pé em cima da moto, coisa estranha para mim mas que conclui ser mais fácil que andar sentada. Consegue-se vislumbrar melhor o caminho, o que está para lá das lombas e descidas, segurar melhor a moto e deixá-la dançar à vontade sem me levar por arrasto.

Como a coisa estava a correr bem e o Azevedo estava entusiasmado com o meu progresso passámos à fase seguinte.

- Tens problemas com as descidas, não é?
- Pois, tenho um bocadinho de vertigens ..
- Então vamos lá tratar disso.

Rumo a um areal onde tinham preparado uma pista de preparação, subimos à parte mais alta e …. Uma bela de uma rampa, toda em areia fofa e molhada, 45 graus de inclinação, explicação de como se faz e vamos por ali abaixo. E fui, e fui e fui até sentir que aquilo era um passeio pelas montras em época de saldos. Fácil e divertido.

Ah é fácil, então continuemos. Um pouco mais ao lado, outra rampa, maior e mais extensa e que acabava numa curva fechada. Desta vez a técnica era outra. Explicação da praxe e lá vai a desgraçada por ali abaixo a pensar que se ia espetar no meio das vacas. Mas não, acabei a fazer a curva e a dar a volta e a subir e a descer de novo, qual carrossel de feira. Nem eu queria acreditar. É fantástico como ouvir e entender a técnica ajuda tanto a chegar ao destino.

O meu instrutor não parava de ter ideias para eu treinar. Salvou-me aparecer a turma dos malabaristas, todos de pé e com os pés trocados nos estribos, a levantar o braço esquerdo [size=84](o da embraiagem), a trocar de novo as pernas para cada lado da moto, alinhadinhos uns atrás dos outros qual manada de bebes elefante a seguir as instruções à risca. Ficamos por ali a vê-los atolarem-se na areia, a sair de lá em cima da moto, com a moto à mão, eu sei lá o que eles fizeram. Parece que estava no circo. Aquilo já era demais para mim, que não tenho experiência nenhuma em off road. A única coisa em comum era o entusiasmo que se estampava na cara de cada um e também na minha.[/SIZE]

Imagem

30 segundos de pausa e vamos lá continuar que isto não é para passear. Lá seguimos todos, de pé claro, para mais uma voltinha à pista, a única transitável no meio daquela chuva permanente que já tinha ensopado ainda mais o Pantanal, ou melhor, dois rios de água paralelos que diziam ser um caminho.

Ao por do sol [size=84](esta expressão é apenas para enquadrar no tempo pois sol nem vê-lo) comuniquei ao meu caríssimo instrutor que estava nas lonas. Não dava mais. Doía-me o corpo todo, estava ensopada e as forças já tinham sido gastas até ao limite. Prontos vamos lá então para a estalagem, não sem antes passarmos por mais umas vielas e becos de natureza mas desta vez já com a ideia de uma banheira e uma camita para descansar.[/SIZE]

Nota: Infelizmente, com aquela chuva toda, não foi possível tirar fotos para atestar as minhas vitórias

Eu tive folga mas os bravos não. Ainda foram dar uma voltinha, para abrir o apetite, por montes e vales, atravessaram o rio [size=84](parece que a água dava pelo meio do motor) e ainda subiram uma rampinha de quase 90 graus, só para aconchegar a adrenalina. Chegaram exaustos, contentes e cobertos de lama até às orelhas.[/SIZE]

Imagem

À noite, depois de jantar, um briefing sobre os malabarismos do dia e uma pequena perspectiva do martírio do dia seguinte. Ainda bem que eu estava completamente ensonada e não ouvi uma boa parte do programa de Domingo. Senão acho que tinha voltado para casa, mesmo a meio da noite.

....

_________________
.

http://paulakota.blogspot.com/


http://milhasaocontrario.blogspot.com/

http://estradadasespeciarias.blogspot.com/

http://diarioatebissau.blogspot.com/

_______________________________________________________

Com a idade perde-se velocidade ..... mas ganha-se resistência
E é melhor chegar 5 minutos atrasada nesta vida que chegar 10 minutos adiantada na próxima


Share on FacebookShare on TwitterShare on Google+
Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 7:54 pm 
Desligado
Experiente
Avatar do Utilizador

Registado: sábado nov 18, 2006 8:11 pm
Mensagens: 1029
Localização: Lisboa
O dia seguinte


Um sol radioso entrou pela janela. Convidava para ir para a piscina, para molengar nas esteiras penduradas no alpendre ou para pastar nas cadeiras do terraço. Mas não, a inquisição estava à espera para mais uma sessão de treinos para quasi-veteranos de guerras de pó e pedras.

Nunca vi pessoas tão motivadas e arrebatadas por partilhar os prazeres da descoberta de novos rumos em pistas impossíveis. Reunião de bravos e aí vão eles. Durante a noite a terra tinha secado um pouco o que tornava os caminhos mais transitáveis [size=84](se é que se podem designar assim mas não me ocorre outro termo) o que nos poupou ao banho de lama do dia anterior. [/SIZE]

Pelotão reunido e vai verdasca [size=84](termo utilizado pelos praticantes deste desporto radical e que para mim significa tortura muscular e alta probabilidade de partir os acessórios da moto). Logo para aperitivo tínhamos de passar para o outro lado do rio, um rio com água que dava pelo motor, com uma laje de pedra no meio do rio e areia na margem de lá. Um horror![/SIZE]

Imagem


Imagem


Por uma pista ainda mais difícil que a do dia anterior, andámos umas dezenas de km por montes e vales, por caminhos rurais que nem caminhos se podem chamar. Eu só via subidas e descidas e a concentração era tentar descortinar um bocadinho de piso por onde passar. Era mato e pinheiros, eucaliptos e regos, pedras e camas de folhas e troncos. Finalmente chegámos a uns centímetros de terreno mais direito e passámos a manhã a fazer um sem número de exercícios.

Meia dúzia de pins encostadinhos uns aos outros e vamos lá zig-zagear por entre eles, dar a volta ao monte [size=84](sim porque até onde o diabo perdeu as botas há regras de trânsito e sentidos obrigatórios) e mais voltinhas aos pins e depois rodar entre eles, num sentido e no outro, só que o último já estava empoleirado na descida e a voltinha implicava um equilíbrio quase impossível. Assim, aprende-se a controlar a moto, a distribuir os pesos e, principalmente, percebemos que há situações em que por mais que se rode o guiador, não há forma de virar. Só mesmo com a técnica da distribuição das forças e do equilíbrio.[/SIZE]

Imagem


Como o pessoal já se estava a habituar a terreno duro, vamos lá diversificar o tour e rumar a um areal extenso e bem fofinho para derrapar pelas subidas, atolar a moto na areia, treinar recuperação nas subidas e ainda virar a moto no meio da ravina. Já parecia um croquete de areia, suada e cansada, mas motivada pois nunca pensei conseguir fazer tal proeza.

Imagem

Imagem


Partimos para mais uma descoberta de uns milímetros de terreno mais direitinho e eis que parámos numa auto-estrada [size=84](naquela altura qualquer estradão mais decente me parecia uma pista de aeroporto) … mas não, era apenas o instrutor-mor a consultar no GPS o trilho seguinte. Pronto, lá fui eu atrás da turma dos garotos saltitantes sempre-em-pé para mais uns exercícios de treino de travagens, travão da frente até quase bloquear, travão de trás até quase cair, travões a fundo a ver quem conseguia travar no mais curto espaço (pudera, logo à frente havia três eucaliptos ameaçadores a prometer umas férias compulsivas). [/SIZE]

Imagem


Só quando os estômagos estavam a sair pelas costas é que lá se lembraram que eram horas de almoço, isto já perto das três da tarde. Mas para sair dali tínhamos de enfrentar de novo a pistazita marota e atravessar de novo o rio. Cheguei ao Monte convicta de que para mim, o treino estava acabado. O treino e eu que já não sentia os músculos, já não sentia que tinha estômago e já nem sentia que estava viva.

Arrastei-me até à mesa do almoço e chamei as últimas forças para conseguir manusear os talheres, missão quase impossível não fosse o cheirinho apetitoso do bacalhau com natas. Quando dou por mim, estavam todos de pé a prepararem-se para mais uns exercícios, faltava ainda ensinar uns pormenores. Mas o meu grande pormenor foi enfiar a tralha na top-case [size=84](difícil pois tinha de lá caber o fato de chuva e o espaço era curto). Despedi-me dos bravos e parti rumo a casa.[/SIZE]

Não me lembro bem da viagem de regresso mas pareceu-me curta, lembro-me vir na estrada a 120 km/h com pneus de taco [size=84](afinal não sinto grande diferença para os pneus de estrada), lembro-me que as curvas são mais fáceis, até me pus de pé na moto para espreitar por cima dumas lombas de estrada. Tudo isto de forma natural, sem esforço. [/SIZE]

Imagem

Nota da redacção: Como não levei máquina fotográfica, andei a "fanar" fotos já colocadas aqui no fórum. Para os que vão ao curso, não se esqueçam da máquina pois as "proezas" são para se gravar e recordar.

_________________
.

http://paulakota.blogspot.com/


http://milhasaocontrario.blogspot.com/

http://estradadasespeciarias.blogspot.com/

http://diarioatebissau.blogspot.com/

_______________________________________________________

Com a idade perde-se velocidade ..... mas ganha-se resistência
E é melhor chegar 5 minutos atrasada nesta vida que chegar 10 minutos adiantada na próxima


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 8:04 pm 
Desligado
Guru CKLT
Avatar do Utilizador

Registado: segunda abr 17, 2006 10:00 am
Mensagens: 7257
Localização: Cascais
:lol: :lol: :lol: :lol: :lingua:

_________________
Imagem
Ride safe.


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 8:29 pm 
Desligado
Experiente
Avatar do Utilizador

Registado: terça set 18, 2007 4:23 pm
Mensagens: 1112
Localização: Lisboa
Nem mais Paulinha, excelente :bigsmile: !!!

Abreijos :fixe: !


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 10:10 pm 
Desligado
Experiente
Avatar do Utilizador

Registado: terça abr 25, 2006 10:28 pm
Mensagens: 915
Localização: Foros de Amora (Seixal)
Paulinha, és uma verdadeira heroína.

Orgulho da Comunidade KLT.

Tomara muitos homens!

Beijinhos.

_________________
J.Albuquerque
NOVA R1200RT de 2010

BMW R90S [SIZE="1"]de 1975[/SIZE]
'' ''' '' R60/5 [SIZE="1"]de 1972[/SIZE]
'' ''' '' R25/3 [SIZE="1"]de 1955[/SIZE]


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 10:38 pm 
Desligado
Admin.
Avatar do Utilizador

Registado: domingo fev 10, 2008 1:32 am
Mensagens: 2028
Localização: Massamá
Bravo Paula, excelente :bigsmile: :bigsmile: :bigsmile:

_________________
RICARDO MATIAS
K1200LT-99
R1200GS-08


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 10:41 pm 
Desligado
Guru CKLT
Avatar do Utilizador

Registado: segunda abr 17, 2006 10:00 am
Mensagens: 7257
Localização: Cascais
Alby Escreveu:
Paulinha, és uma verdadeira heroína.

Orgulho da Comunidade KLT.

Tomara muitos homens!

Beijinhos.



Tomara muitos homens? o que é que tu queres dizer com isso? meu grande malandro!!!:lol:

_________________
Imagem
Ride safe.


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta abr 23, 2009 11:02 pm 
Desligado
Guru CKLT
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 20, 2008 10:17 pm
Mensagens: 3771
Localização: Carnaxide
Paula Paula Paula!


Que grande Paula!

Não páras de nos surpreender em feitos e palavras

Maravilhosa...

JoKas

_________________
Ab ;)
Imagem
Ex: K1200R:love:

O melhor de dois mundos...continua!
Só se vive uma vez...aproveitem!


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 12:36 am 
Desligado
Veterano
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 13, 2008 8:57 pm
Mensagens: 2253
Localização: Lisboa
PARABENS PRINCESA!!!

Estava a pensar em fazer o curso mas acho que vou desistir... ainda vou fazer má figura:embaraço: :lingua: :lol:

Beijo PIRATA:fixe:

_________________
[font=Comic Sans MS][size=84][color=Black]Luís Miguel Fonseca
Imagem
[/SIZE][/font][/color]
https://www.facebook.com/PIRATINHA.LM[font=Comic Sans MS][/font]


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 10:13 am 
Desligado
Veterano
Avatar do Utilizador

Registado: sexta mar 13, 2009 2:56 pm
Mensagens: 1578
Localização: Ribatejo - Samora Correia
Grande descrição, sim Senhora!
Quanto à coragem, por vezes ela aparece sabe-se lá de onde!

_________________
LRocha


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 3:05 pm 
Desligado
Rookie
Avatar do Utilizador

Registado: terça mar 17, 2009 6:16 pm
Mensagens: 13
Localização: Lisboa
A "coragem" já está em cada um, é só utiliza-la:bigsmile: o maior feito da Paula neste fim de semana foi deixar de dizer "eu isso não faço!" para começar a dizer "Vou tentar..."

_________________
O caminho faz-se caminhando...

[url]www.motoxplorers.com[/url]
http://www.ateaofimdomundo.net


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 9:34 pm 
Desligado
Veterano
Avatar do Utilizador

Registado: segunda abr 17, 2006 9:00 pm
Mensagens: 1707
Localização: Torres Vedras
Muito bem Paula, que coragem.

_________________
Vivermos o dia a dia como se fosse o último dia da nossa vida.

ex-K 1100 LT ; ex- K 1; Florett 1963; Sachs V 5 1972, K 1200 RS -1999 e R 1150 GSA-2004


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 9:58 pm 
Desligado
Veterano
Avatar do Utilizador

Registado: segunda abr 17, 2006 12:03 pm
Mensagens: 1973
Localização: Maia
A Paulinha no seu Melhor.

Paula Parabéns por mais esta vitória.

_________________
http://www.TickerFactory.com/
[font=Franklin Gothic Medium][color=#4169e1]Paulo Oliveira
[/color]BMW F800GS[/font]BMW F650GS Twin
BMW K1200LT
BMW R1150RT
BMW R1100RT
Yamaha XJ900S
Maia


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta abr 24, 2009 10:12 pm 
Desligado
Iniciante
Avatar do Utilizador

Registado: domingo abr 30, 2006 1:37 pm
Mensagens: 102
Localização: Vale Milhaços
Muito bem Paula,fiquei com mais umas ideias concretas do curso vamos lá ver como vai correr

_________________
Boas Curvas
Tózé73
.....................
[size=100]R 1200GS Adv 2008 :bigsmile: a loucura !!![/SIZE]
Harley Davidson Sportster 883:lingua: anda quando quer !!!


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sábado abr 25, 2009 6:12 pm 
Desligado
Experiente
Avatar do Utilizador

Registado: segunda abr 17, 2006 2:29 pm
Mensagens: 823
Localização: Portimão
Liiiindo Paula!! Foi um deleite ler as tuas palavras. Já senti tudo isso na pele e sei bem o quanto é dificil controlar as sacudidelas de um peso monstro de duas rodas que teima em nos subjugar a ela. É uma luta contínua... e tu venceste! Parabéns companheira! :bigsmile:


Topo
 Perfil Enviar Mensagem Privada  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 21 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo

Os Horários são TMG [ DST ]


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Ir para:  
cron
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal